terça-feira, 4 de julho de 2017

Desabafos de Uma Operadora de Call Center.#1


A desvantagem, de trabalhar, num Call Center, é que nunca se sabe, quem se vai, encontrar do outro lado, da linha. Mas, mesmo nunca. Tão, depressa, encontramos, alguém, super simpático, atencioso, e que até nos deseja, um bom dia de trabalho, como rapidamente, levamos, com alguém, antipático, malcriado, e que ás vezes nem nos deixa, acabar de falar e nos desliga o telefone, na cara. Há, dias, em que tudo corre bem, e saio, do trabalho, optimista e confiante. Mas, depois, existem, aqueles, dias, em que tudo, corre mal, todas as pessoas, do outro do lado, da linha, são umas bestas e a primeira coisa, que me apetece, fazer, é enfiar-me, na casa de banho, a chorar baba e ranho. Já, aconteceu. Não, tão literalmente, á palavra, como foi descrito, mas esteve quase lá. Eu, costumo, dizer, que todos os dias, são uma incógnita. Nunca se sabe, o que pode acontecer. O, que realmente, importa é eu fazer, o meu trabalho. É, para isso, que lá, estou. Para, trabalhar. Para, dar, o melhor de mim, todos os dias. E, faço-o, mesmo. Até, agora, não me posso queixar. Têm, corrido, bem. Se, eu me mantiver, assim, acho, que nos próximos, meses, não tenho, que me preocupar. Sei, que se continuar, interessada, aplicada, e mostrar resultados, tudo estará bem. Mas, também, sei, que não é futuro. Não, me vejo, a fazer, isto, para o resto da minha vida. Quero mais, anseio, por mais e preciso disso. Preciso, de sentir, que consigo mais e melhor. Claro, que para, já, e enquanto, não arranjar nada melhor, fico, por aqui. Mal, por mal, existem empregos piores. Mas, acreditem, que existe, dias, que ás vezes, só me apetece, atirar, com tudo, ao chão, e ir embora dali, para fora. É, desesperante, perceber, a quantidade de pessoas, malcriadas, mal encaradas, sem educação nenhuma, que se encontra pelo telefone. E, o pior, é pensar, para mim, mesma; será, que nenhuma destas pessoas, já chegou sequer á conclusão, que podiam, ser elas, deste lado, da linha.??. Que, podiam, ser elas, a sentarem-se, nesta cadeira e a fazer, aquilo, que eu faço, aqui, todos os dias.??. Enfim, é o mundo, em que vivemos. É, o mundo, em que vivo. A realidade, em que me encontro. Podia, ser, pior. Podia. No, fim, é nisso, em que acredito.

domingo, 1 de janeiro de 2017

2017 | Primeiro Dia das Nossas Vidas.


Que, este dia 1 de Janeiro de 2017, seja, o primeiro, dia, de um ano, em cheio, para todos, nós.!!. Um, 2017, excelente.!!.