terça-feira, 19 de julho de 2011

My Fault

Eu cometi erros. Muitos. E sei que não á volta atrás depois de já estarem feitos. Aconteceu. Foi tencional. Fiz por quis, pensando que estava correcto, mas não estava e enganei-me. Não fui bem sucedida, e assumo. Sinto-me desiludida, em baixo, com pouca energia embora não aparente. Tento ser positiva, tento acreditar que vou conseguir. Não sei o que fazer. Não sei que decisão tomar. Não sei que caminho é o mais acertado. Queria mais para o meu futuro. Queria algo brilhante. Algo que compensa-se tudo de mau que aconteceu no passado. Algo que me fizesse dizer: Valeu apena o esforço.
Irei tentar, não sabendo qual será o resultado. Quero acreditar que será o esperado, e se não for o caso algo se a de arranjar, alguma decisão se irá tomar. Até lá predomina a tristeza de que tudo foi desperdiçado em vão.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

So many doubts on my head......


Hoje é um daqueles dias em que nada esta bem. A culpa são das dúvidas, dos erros, do podias ter feito mas não fizeste. Através do arrependimento bem as lágrimas. E depois o medo, a insegurança, e os pensamentos negativos, as constantes frases: que não vais conseguir, que vai dar tudo errado, que podias ter tentado, podias ter feito um esforço, ter aguentado e agora que olhas para trás, esse sentimento de culpa é constante e dominador.
Eu costumo dizer que já está feito e que não a lugar para arrependimentos e que se não resultar vai existir outras maneiras, outras formas, mais caminhos irão aparecer. Mas, hoje não. Hoje vou ser realista, mesmo que esteja a exagerar. Hoje, não quero sonhar ou acreditar. Não. Pelo menos por hoje.