segunda-feira, 30 de julho de 2012

É triste....

Tumblr_m7hb8mwboh1rrb9xco1_r1_500_large_large

É triste quando vamos lentamente descobrindo que só servimos para o que interessa.!!. É muito triste. E posso até estar a fazer um juízo de valor antecipado, mas não deixa de ser isso mesmo, nada mais do que triste.

sábado, 28 de julho de 2012

Quote of the Day.#7

Tumblr_m7krwmkf2o1rtcj4mo1_500_large
Da próxima vez que acordar com a neura, já sei o que vou fazer. (Dias como o de ontem), é para nunca mais.!!

sábado, 21 de julho de 2012

Dos Hipócritas

2113_2b0c_large


Só vos tenho a dizer, que de hipócritas está este mundo cheio. Não precisamos de pessoas assim e já temos por aqui que chegue. E é só.

terça-feira, 10 de julho de 2012

How can you be so blind.!?

X_a3499a7a_large

Se tu pudesses ao menos ver o que eu vejo, talvez compreendesses, talvez quem sabe tudo ficasse mais claro e sóbrio por alguns instantes. Se eu te pudesse realmente mostrar, eu nem hesitava. E se mais tarde me arrependesse, isso só o tempo ia dizer, mas, pelo menos se o pudesse fazer, ficavas com a ideia daquilo que eu sinto, que eu vejo e que eu penso. Era só isso que eu pedia. Nada mais. 

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A razão porque ainda continuo aqui....

Tumblr_m0eef3g7rj1qbwpwlo1_400_large

Não escrevo aqui por escrever. Não o faço porque simplesmente me apetece ou porque talvez não tenha mais nada para fazer na vida, senão vir para aqui perder o meu tempo a escrever quando se calhar ninguém até vai ler. E digo isto, porque de repente tive necessidade de o fazer. Se eu dissesse no momento tudo aquilo que pensasse ou que achasse, se eu fosse sincera e corajosa e se eu não quisesse saber dos sentimentos dos outros para nada, talvez este blog não existisse. E é exactamente por essa razão tão pequena e insignificante, que eu ainda continuo aqui. Infelizmente não tenho coragem para dizer o que penso e além disso, nem sequer desabafo com tanta facilidade e por isso é que criei este blog, onde digo o que penso, onde desabafo, onde escrevo quando tive dias maus e quando tive dias bons. É um espaço que acompanha a minha vida passo a passo e que vai manter-se. E isto não é dirigido a ninguém em especial, é só mais um mero desabafo, dos muitos que ainda estão para vir.