quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

2015


2015, já estou fartinha de anos maus, a apartir de agora terás que me compensar. Vá lá, já está mais do que na hora. Surpreende-me.! 

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Happy Holidays














O Natal é sempre uma altura de harmonia, de amor, de convívio, de estar com a família e com os amigos á volta da mesa.  É um momento de partilharmos histórias, trocarmos presentes, estarmos reunidos, com a lareira acessa. Não hã nada melhor do que o Natal. Aproveitem bem esta altura maravilhosa do ano para passarem mais tempo com quem realmente amam. 

Um Bom Natal a todos vocês que passam diariamente por aqui e que enchem o meu coração de felicidade e que fazem com que eu continue por aqui. Um beijinho especial a cada um de vocês.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

52

Reminds me of how mom would let me sit on the counter when she got ready. I'd want to do everything she did. Miss her. by Ellen Von Unwerth

Fazes anos duas vezes, mas para mim será sempre a 23 o teu dia de aniversário. E já lá vão 52. Tens um feitio difícil e não vale apena contrariar-te. És teimosa, sempre foste. Tens uma maneira de ser peculiar e o teu estilo diferencia-te de quase toda a gente que conheço. És Diferente. Divertida, Amiga, Dás tudo o que tens, mesmo sabendo que ás vezes não vais receber nada em troca. Companheira nos momentos bons e maus. Confidente. Preocupada. Mãe galinha. És tudo a dobrar. Duas vezes mais.
Não posso pedir uma mãe melhor do que tu. Nunca poderia pedir. Nem mesmo quando tal me passa pela cabeça. Mal entendidos e discussões toda a mãe e filha têm, mas no fundo o que verdadeiramente conta é o que nos une. Porque aquilo que nos une é maior do que aquilo que nos separa. Defeitos a parte, não imagino a minha vida sem ti. Completas-me em todos os sentidos. 
Só peço que estes 52 te tragam muita felicidade, pois não existe ninguém que a mereça mais do que tu. És uma lutadora. Sempre foste. 

sábado, 22 de novembro de 2014

Seres Repetitivos


Desconfio que algumas pessoas devem sofrer de uma doença ainda desconhecida que as leva a repetir as mesmas coisas várias vezes ao dia, todos os dias da semana a toda a hora. É reptitivo. É cansativo. E é uma chatice. Será que tem que haver mesmo necessidade disso.!?. Será que não é óbvio que repetir várias vezes as mesmas frases ou os mesmos assuntos não surte efeito nenhum.!?. O problema é mesmo esse. É que por muito burro que sejamos, chegamos a um ponto em que percebemos por nós próprios que já não vale apena falar mais sobre este ou aquele assunto com esta ou aquela pessoa, pois é uma perda de tempo. Acredito que não é preciso sermos muito inteligentes para chegarmos a essa conclusão. Mas, vá se lá ver que afinal é muito dificil de perceber uma coisa tão simples. Realmente começo achar que está se a tornar mesmo numa doença. Que já não tem cura. E que é inevitável.

E ainda é mais inevitável continuarmos a ouvir as mesmas coisas todos os dias, porque se a pessoa não se cansa então eu não tenho outro remédio senão em levar com sermão de manhã á noite. E depois eu ponho-me a pensar para mim como é que eu vou explicar áquela pessoa que o que eu faço faz sentido para mim.!? Está me no sangue. Já nasci assim. Se posso mudar.!?. Posso, até porque força de vontade não me falta. Mas, e quero mudar.!?. Não. E o problema é exactamente esse. 

E temos pena....

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

My Sweet November...



please be nice and good to me. I beg you. 

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

E agora? Onde está o começo?!


Ás vezes, mas só as vezes gostava de poder voltar aquela altura da vida, onde ainda não temos responsabilidades e onde tudo é era tão, mas tão mais fácil.  

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

domingo, 26 de outubro de 2014

terça-feira, 14 de outubro de 2014

domingo, 5 de outubro de 2014

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Quote of the Day.#43


Everyday is a Fashion show 
and the world is your runway.
—  Coco Chanel

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Dar & Receber


Começo a perceber porque razão as pessoas se tornam cada vez mais egoístas.

São tantas as vezes em que damos tanto e tão poucas as que recebemos. Mas lá está, quem pretende fazer o bem nunca espera receber nada em troca. E eu sei disso. Mas um gesto signifíca muito. Nem que seja pequeno e sem valor algum, é um gesto e um gesto conta. Um gesto é um sinal de agradecimento. Um gesto é uma maneira de demonstrar aquilo que fazem por nós. Um gesto signifíca que se lembraram de nós. Que não fomos esquecidos. Mas, o pior é quando estamos a contar com esse gesto e ele nunca chega. E é aí que o coração aperta. Esse aperto nunca desaparece. Permanece para sempre. Mas é o que eu já tinha dito, as pessoas nunca dão valor ao que fazemos por elas. 
E agora, eu entendo porque razão as pessoas se tornam cada vez mais centradas em sí, mais egoístas e mais fechadas de volta de sí próprias. É uma protecção. É uma forma de escudo para nos protegermos. Para não sofrermos mais uma desilusão.

E de repente tudo faz sentido.

domingo, 28 de setembro de 2014

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Feitíos Complicados


Eu não conheço ninguém que não tenha uma maneira complicada de ser. Não conheço nem nunca conheci. Todos nós somos diferentes e acho que é isso que em parte ainda nos torna um bocadinho interessantes. Sim, porque se fôssemos todos iguais [e eu estou apenas hipoteticamente a colocar essa possibilidade], teria algum mero interesse.!?. O que realmente nos distingue é na realidade aquilo que nos separa. É o que nos diferencía como seres humanos que faz de nós únicos. É certo que ás vezes [vá, quase sempre] é difícil ter que lidar com o nosso próprio feitio, fará que com o feitio dos outros, e eu falo por mim até porque também não sou a pessoa mais paciente e compreensiva que existe, mas também temos que nos colocar no lugar das outras pessoas. Como será que ainda alguém me atura.!?. Como é que ainda existe alguém capaz de me entender!?. Porque para nós próprios, o que nós somos e fazemos até nem tem nada de mal ou errado, mas para as outras pessoas que nos conhecem e nos observam, têm de facto. E é essa capacidade de nos auto-avaliarmos como pessoas e indivíduos que eu acho que falta em muita gente. Quantas vezes, não dou por mim a falar sozinha e a dizer a mim própria para não ser mais assim ou para mudar a minha maneira de ser ou de pensar. É certo que é difícil deixarmos certos hábitos [e refiro-me a hábitos de personalidade], e mudarmos, mas de facto quando o "assunto" é com os outros é complicado. Porque ás vezes nós próprios temos vontade e capacidade para querer e mudar, mas as outras pessoas não. E é aí que se encontra o cerne de toda a questão. Tudo depende de nós. Tudo vai de encontra aquilo que nós queremos ou não. Porque se dissermos que não, a mudança acaba por nunca acontecer. 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Agosto volta que estás perdoado....


E quando eu pensava que Setembro ia ser só calor, é que vêem um dilúvio com direito a rajadas de vento e chuva torrencial que parece nunca mais não ter fim. Pelo menos tento redimir-me retirando o que disse. Agosto já podes voltar outra vez, que a gente não se importa nadinha. 

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Uma música por dia & não sabe o bem que lhe fazia


Can't help wondering what you're thinking
Wherever you are
Late night movies careless drinking
To cover the scars

And as much as I wanna be with you
I know

You and me we're bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart, no
Round and round we chase the sparks
But all that seems to lead to
It's a pile of broken parts

We're bumper cars
Bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart

Good intentions, all these questions
Were sitting alone
All rose since you, all wrong directions
I'll never get home

And it's making me wanna be with you
I know

You and me we're bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart, no
Round and round we chase the sparks
But all that seems to lead to
It's a pile of broken parts

We're bumper cars
Bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart

This was supposed to be fun
This was supposed to be the one
Maybe we stayed too long
Maybe we played all wrong
This was supposed to be good
But I know, I know

You and me we're bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart, no
Round and round we chase the sparks
But all that seems to lead to
It's a pile of broken parts

We're bumper cars
Bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart

We're bumper cars
Bumper cars
The more I try to get to you
The more we crash apart

sábado, 6 de setembro de 2014

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

O Setembro que Devia ter Sido em Agosto



Em Agosto houve chuva, mau tempo, e o sol quase que nem sequer apareceu. E aliás até vou jurar que em alguns dias fez frio. Em Setembro está sol, calor e até tem estado bastante agradável nestes primeiros dias. E é assim, oficial que a meteorologia ou anda trocada ou então é bipolar. Qual das duas a melhor. 

sábado, 9 de agosto de 2014

Uma música por dia & não sabe o bem que lhe fazia


"I've got a right to be wrong
I've been held down too long
I've got to break free
So I can finally breathe
I've got a right to be wrong
Got to sing my own song
I might be singing out of key 
But it sure feels good to me
Got a right to be wrong
So just leave me alone"


Uma das minhas músicas preferidas, para todas as ocasiões. Intemporal e que diz tanto, mas tanto. Adoro-te Joss. 

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Show me your friends and i will tell you who you are


Estou um bocado cansada de ser só eu a tentar para que funcione. Porque se não é reciproco, porque se a pessoa não responde, não quer saber e de uma maneira ou de outra nos ignora, então não vale apena. Simplesmente, não vale apena. E é isso que me entristece. Saber que as pessoas simplesmente desistem. Não lutam pelas pessoas que gostam. Porque será.!?!

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

A soprar 24 Velinhas desde 1990






Já são 24 velinhas e já não sou poucas, mas eu juro que já parecem bastantes. Sinto-me muito mais madura, e muito mais crescida, mas ainda com muito para aprender, ainda com muitas inseguranças, faltas de paciência, mudanças de humor, bipolaridades esquisitas e manias tipicas que por mais que queira, não consigo largar. Espero que estes 24 tragam boas mudanças, melhores dias e muito mais paciência. 

Que os 24 sejam bons, porque para maus anos, já tive a minha quota parte de experiência. 
Mais velha, mais feliz e sem arrependimentos. 


So, i guess this is it...Happy Birthday to me.!!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Uma música por dia & não sabe o bem que lhe fazia


I just missed my exit
Last night I lost my keys
I'm fumbling over the words I
Don't feel a bit like me these days

I would be a liar if I said I was fine
But I cant help being honest
And I know now is not the time
Cuz

The truth is I'm fallin to pieces
Anytime that you're around
Trouble is the truth keeps slippin out

Cant seem to hide what I'm feelin
Cant believe what I'm sayin out loud
Truth is theres no turnin back now
I guess I shoulda learned how to lie a little better

Been trying to cover
This heart out on my sleeve
Been set on playing this down but
I think your catchin on to me

The truth is I'm fallin to pieces
Anytime that you're around
Trouble is the truth keeps slippin out

Cant seem to hide what I'm feelin
Cant believe what I'm sayin out loud
Truth is theres no turnin back now
Well, I guess I shoulda learned how to lie a little better

I'm losing this battle
With every word I say
Wish I had a better lesson
Of not givin myself away
Cuz

The truth is I'm fallin to pieces
Anytime that you're around
Trouble is the truth keeps slippin out

Cant seem to hide what I'm feelin
Cant believe what I'm sayin out loud
Truth is theres no turnin back now
Well, I guess I shoulda learned how to lie a little better

sábado, 19 de julho de 2014

Quote of the Day.#41

Mistakes are meant for learning, not repeating.


A mistake does not define you. The defining 
part is what you do to recover and 
fix that.

terça-feira, 8 de julho de 2014

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Évora, minha querida Évora



Capela dos Ossos [Igreja de São Francisco]

Hoje, lá me faço a caminho da bonita cidade de Évora. 6 dias no paraíso alentejano. Calor, sossego, descanso e paz é exactamente aquilo que eu preciso neste momento. Portanto, se já lá estiveram ou visitaram, façam o favor de deixarem dicas de sitios a visitar e restaurantes. E sim, vou actualizando por aqui o que se irá passar lá, em forma de diário e deixar as minhas próprias dicas. Estejam atentos. 

Évora, espera por mim que eu vou a caminho.!

terça-feira, 24 de junho de 2014

sábado, 21 de junho de 2014