quinta-feira, 23 de maio de 2013

Destas e de muitas outras que ainda estão para vir....

Large

Na vida existem altos e baixos. Todos nós passamos por eles. Uns passam mais outros passam menos. Mas é em certa parte a forma como encaramos essas situações que nos define. E eu sempre preferi fechar-me. Houve alturas em que acobardei-me em vez de me ter imposto. Nunca cheguei a dizer aquilo que realmente queria dizer, embora a vontade tivesse sido muita. Tentei ser forte na maior parte do tempo. Chorei muito. Tentei sempre ver o lado positivo de todas as situações más, como sempre fiz e como sempre faço. Tentei sair de cabeça erguida sempre que pude. Foi difícil. E não vou negar que houve alturas em que só me apetecia pegar no telemóvel e ligar alguém para desabafar, mas nunca tive coragem. Apesar de tudo, dos meus defeitos, dos meus erros, do meu feitio, das minhas muitas manias, eu sempre me considerei uma pessoa forte, uma pessoa que até é capaz de superar as adversidades. Depois de tudo, ainda estou aqui. Ainda consigo acordar todos os dias e sair á rua para enfrentar mais um dia. E é assim que quero que continue. Uns dias parece que vou abaixo, mas depois lá me levanto. A vida é feita de quedas e eu já dei bastantes, mas não interessa quantas ainda tenho para dar, pois o que no fim importa é de que me vou erguer novamente para começar de novo tudo outra vez.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

terça-feira, 14 de maio de 2013

Desabafo Sentimental

Large


Quero paz. Quero paz e sossego. É só isso que eu quero. É só isso que eu peço. Não peço mais nada. Se tiver isso, sei lá talvez no próximo ano, o resto já vêem por acréscimo. É só o que eu desejo..!!

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Lágrimas de dentro para fora.!!

Large

Foram muitas as alturas em que chorei. Chorei muito. Umas vezes sem razão, só para aliviar. Outras vezes, fundamentada. E chorar faz bem. Faz bem a alma, ao coração, ao espírito, a nós próprios. Chorar não nos torna fracos. Não. Nunca acreditei nisso. Chorar é um sinal de arrependimento, de mágoa, de tristeza, de emoção. Chorar significa que temos medo, que nos sentimos indefesos, que por mais que tentemos enganar a nós próprios durante algum tempo, é naquele instante que começamos a chorar que chegamos a conclusão que estávamos enganados. Chorar é uma parte de mim. Sou uma choramingas. Sou sensível  mas não sou fraca. Não, não sou. E nunca me vou considerar fraca. Sou forte. Passei por imensas adversidades ao longo desta minha (curta) vida e mesmo assim consegui ficar de pé. E sabem o que é que ajudou.!??. Chorar. Chorar muito. Chorar muitas vezes. Sofrer em silencio. Sem ninguém saber. Sem ninguém desconfiar. Na escuridão da noite. E acreditem, existe imensa gente que de vez em quando precisava de chorar. Precisava de deitar cá para fora as lágrimas que tem lá dentro, mesmo que fossem apenas por breves instantes. Chorar não mata, e nunca matará. Chorar ainda é algo que nos torna verdadeiros.