segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

sábado, 21 de janeiro de 2012

Quanto vale um sacrifício?

Miranda-kerr-photos-latest-4_large

Todos nós queremos ser alguma coisa. Mesmo que ás vezes tenhamos que nos sacrificar para tal. E em certos casos sacrificamo-nos tanto que chegamos depois a ponderar se todo esse sacrifício valeu de alguma coisa e se ainda vale apena continuarmos a lutar e a desperdiçar tempo e virtude só porque queríamos ser isto ou aquilo. Não tenho nada contra os sonhos ou objectivos de cada um. Apenas sei que ás vezes, a vida leva-nos para outros caminhos e por mais difícil que seja aceitar esse facto, se calhar até existe males que vêem  por bem. E tudo isto porque, o meu primo quer ser médico. E não conseguiu entrar na faculdade porque a média é muito alta. E ele até é bom aluno, e podia estar a seguir outro curso qualquer ligado á medicina, mas não está. Quer ser médico. E por querer ser tanto isso, já está a dois anos em casa a estudar para os exames a espera de conseguir entrar. Eu sei que é frustrante. Eu própria sei disso, porque também não ando propriamente maravilhada com o meu curso, mas tive sorte de ficar colocada e aproveitei essa oportunidade. 
Se estou frustrada.??. Talvez, um pouco, já estive mais e agora até começo a não desgostar tanto. Claro que nem sempre corre como quero, mas continuo. Desistir não desisto. Isso nunca. Prefiro continuar do que desistir. E é óbvio que já me perguntei milhares de vezes se é isto que quero realmente, mas continuo e a algum sitio este caminho irá dar. 

E acho que é isso que ele devia fazer. Não desistir. Não ficar a espera e ir á luta. Seja para o que for. É frustrante, mas é melhor isso do que nada. 

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012